fbpx

Fitness, hipertrofia / Definição Endocrinologia do Esporte

Fitness, hipertrofia / Definição Endocrinologia do Esporte

A prática regular de exercícios físicos é um dos fatores determinantes para a melhora na qualidade de vida. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a recomendação é que por semana sejam realizados no mínimo 60 minutos de exercícios aeróbicos moderados por crianças e 150 minutos por adultos. Entretanto, praticar atividades físicas sem orientação de um profissional pode colocar em risco a saúde do esportista. A supervisão do endocrinologista esportivo na rotina dos que praticam esportes é essencial, pois ele fará uma análise aprofundada de como o sistema endócrino de cada paciente funciona, podendo assim, orientá-lo de maneira adequada, ajudando- o a atingir objetivos específicos.

Por que procurar um endocrinologista esportivo?

O endocrinologista esportivo tem como especialidade cuidar da saúde das pessoas que praticam esportes. Geralmente, quem treina em academias está em busca de algum resultado corporal como hipertrofia, emagrecimento ou melhora do perfil hormonal. O médico endocrinologista consegue acompanhar e auxiliar nestes objetivos.

O endocrinologista também atua na estratégia de rendimento de atletas esportivos. Estar com os hormônios adequados, dieta balanceada e composição corporal favorável, pode ser o grande diferencial para ganhar competições.

O que é necessário para a hipertrofia e como o endocrinologista esportivo pode ajudar

Para alcançar um bom resultado de hipertrofia é necessário montar uma estratégia adequada, além de muita disciplina. A hipertrofia neste caso, se refere ao aumento da massa muscular, facilitando a aparência dos músculos e tornando o corpo mais torneado.

Esse é o objetivo da maioria dos praticantes de exercícios físicos em academias, e dos adeptos da musculação. Mas para atingir os resultados almejados é importante aliar a dieta, com os treinos de força e acompanhamento médico. Treinar musculação e esportes de alta intensidade, já garantem uma maior liberação hormonal, porém pode acontecer do corpo estar com algum fator como por exemplo, doenças autoimunes, prejudicando seu funcionamento normal. Percebeu como é importante ter acompanhamento especializado?

O acompanhamento médico com o endocrinologista esportivo, é muito importante já que ele poderá avaliar a composição corporal, se os hormônios disponíveis estão adequados como o seu objetivo físico, se há alguma doença de origem endócrina que está ocasionando algum inchaço ou ganho de peso excessivo, entre outros fatores. Conquistar seus objetivos na academia, também exigem esforços fora dela e o médico especialista pode te ajudar. Assim como receber orientação sobre seus limites, qual ritmo de treinos pode executar e modalidades mais adequadas.

Quais hormônios são importantes para quem prática esportes

O endocrinologista esportivo irá verificar se os principais hormônios garantidores de resultados, sejam de emagrecimento ou ganhos de massa magra. Sempre que necessário, será feita a adequação e o tratamento através de consulta médica e / ou exames específicos:

Testosterona

A testosterona apesar de ser um hormônio predominantemente masculino, é muito importante também em diversas funções nas mulheres. Este hormônio é parte essencial para o ganho de massa magra.

A massa magra auxilia o corpo nos movimentos e força. Seria parte da massa muscular que compõe o conjunto de músculos do nosso corpo. Ter um bom percentual de massa magra ainda ajuda na queima de gorduras. Isso acontece, pois, nosso corpo utiliza mais calorias para manter o tecido muscular tornando nosso metabolismo basal mais alto.

A testosterona ainda contribui em funções como:

Desenvolvimento dos tecidos reprodutores sexuais masculinos

 Aumento dos ossos

 Crescimento dos cabelos e pêlos

 Aumento da força



É normal a testosterona diminuir conforme a idade se avança e se esta queda gerar sintomas que interferem no bem-estar, é indicado para avaliação destes casos, procurar um tratamento médico.

T4

O t4 é um dos hormônios secretados pela glândula tireoide. A tireoide tem formato que lembra uma borboleta e fica localizada no pescoço.

Este hormônio é um dos responsáveis pela regulação do metabolismo. Ele tem ação nos intestinos e nos rins. Já no sistema nervoso central e atua no seu desenvolvimento e manutenção. Quanto aos batimentos cardíacos, responsáveis por regular oxigenação no sangue, há a regulação da frequência. O crescimento dos músculos e da massa óssea também são desenvolvidos.

Outro fator orquestrado pelos hormônios liberados pela tireoide, é a temperatura corporal. Isso é muito importante para se ter um metabolismo lento ou rápido. Ele também age em conjunto com a hipófise, que é uma glândula localizada em nosso cérebro e os hormônios liberados por nosso sistema reprodutor, de maneira a manterem as funções de reprodução funcionando corretamente.

Quando acometida por alguma doença pode ocorrer uma secreção diminuída ou aumentada da liberação hormonal causando o hipertireoidismo ou o hipotireoidismo. Quer conhecer os principais sintomas de cada uma delas?

Hipotireoidismo:Ocasionados pela diminuição dos hormônios secretados pela glândula tireoide, pode tornar o metabolismo lento. Os sintomas variam de pessoa para pessoa e como seu corpo irá se comportar, mas podemos conhecer os mais comuns. Irregularidade da menstrual, diminuição da libido, metabolismo energético fica devagar, o que pode resultar em ganho de peso e retenção de líquidos. Pela baixa da temperatura corporal, pode acontecer a intolerância ao frio. Fraqueza, dores musculares, câimbras e diminuição da massa óssea, também são frequentes.

Hipertireoidismo: Neste caso o metabolismo fica muito acelerado pela alta liberação dos hormônios. Isso pode gerar uma taquicardia, que são os batimentos cardíacos muito rápidos. Por queimar as proteínas demasiadamente pode ocorrer emagrecimento e enfraquecimento ósseo. Pela elevação da temperatura a pessoa pode suar muito e sentir muito calor, independente do clima no ambiente.

GH

Ele também é conhecido como hormônio do crescimento. Isso porque ele é responsável pelo crescimento do nosso corpo. Começa sua ação nos primeiros anos de vida e atinge um grande pico na adolescência. Mas não para por aí, ele continua agindo por toda nossa vida. Ele é liberado durante o sono, e atua na manutenção da densidade óssea, na aquisição de massa muscular e da perda de gordura corporal. Isso o torna um dos hormônios essenciais para a manutenção do corpo. Dieta e Treino

Para quem tem objetivos estéticos ou vai praticar esportes que exigem alta performance, a consulta e checagem dos hormônios regularmente fazem muita diferença. Além disso precisam ser estabelecidas metas sobre a dieta e os exercícios físicos. Estes três pontos são essenciais. Não serão alcançados resultados satisfatórios se os hormônios estiverem em ordem, por exemplo e a dieta inadequada. A mesma coisa vale para os exercícios.

Condicionamento Físico

Uma pessoa com condicionamento físico é aquela que sente o mínimo de desconforto e cansaço ao praticar esportes e atividades do cotidiano, como: estender uma roupa no varal, subir escadas, lavar o carro, varrer o chão. Mesmo para quem já dispõe do físico ideal é necessário manter a saúde através do condicionamento. A manutenção do organismo e de todas as suas funcionalidades também deve ser feita por meio do endocrinologista. Com seu acompanhamento periódico e orientações será mais fácil atingir e manter o corpo saudável e ativo.

Parecer saudável não é o mesmo que ser! Para ter longevidade e disposição ao praticar esportes, não deixe de ter a endocrinologia ao seu lado e cuidar do seu corpo por dentro e por fora. Atente-se para não se automedicar no caso de suplementação alimentar e medicamentos para emagrecer. A automedicação é perigosa e não aconselhada. Também não pratique exercícios físicos em excesso e sem orientação. Não opte por dietas mágicas e treinos mirabolantes, o efeito pode ser o oposto do que você espera. Na busca por resultados rápidos muitos costumam negligenciar o corpo.

Fitness

Para muitos que focam nos aparelhos da musculação, a hipertrofia e a definição muscular acabam se tornando grandes objetivos. Afinal, são elas que apontam o alcance dos resultados e oferecem a sensação de que todo o esforço valeu realmente a pena. Contudo, conquistá-los não é fácil; muitas vezes apenas as séries nos aparelhos não são suficientes. Por isso através de recursos nutricionais e suplementação, Dr. Cláudio Ambrósio trabalha buscando a potencialização dos resultados da atividade física e/ ou esporte. Atletas de Alta performance: tratamentos metabólicos/nutricionais específicos para auxilio na performance de atletas amadores ou profissionais.

Definição muscular

Desenvolvida com baixo percentual de gordura, portanto, combinado a uma dieta equilibrada, também potencializa a definição corporal. Nesse momento, é fundamental o acompanhamento de um profissional especializado que poderá orientá-lo de acordo com suas demandas. Todos nós sabemos que o excesso de gordura no organismo é a principal causa de diversos problemas de saúde. Porém, além desse risco, é a camada de gordura que fica estocada entre sua pele e seus músculos a grande responsável por deixar o seu corpo flácido. Já a musculatura desenvolvida é quem promove uma aparência mais atlética.

A massa muscular deixa seu corpo tonificado e promove os contornos que deseja.

Não existe outra maneira de ficar definido sem que se promova ao mesmo tempo o desenvolvimento muscular e a diminuição de gordura corporal.



Muitas pessoas acham que para definir a musculatura basta emagrecer ou morrer de treinar, o que não é bem assim. É necessário também ganhar massa muscular para quando reduzir a taxa de gordura corporal, que é o objetivo da definição muscular, se tenha músculos para mostrar.



Os músculos aparecem definidos quando reduzimos o percentual de gordura corporal, isto tem que acontecer porque a musculatura fica abaixo da camada de gordura e assim eles conseguirão ficar visíveis.

Para se conseguir definição muscular de maneira saudável é necessário seguir algumas dicas muito importantes que são:

a) Uma dieta balanceada e saudável

b) Evite calorias vazias como os açucarados, frituras e álcool

c) Faça a ingestão suficiente de proteínas que são as responsáveis por desenvolver e reconstruir os tecidos, principalmente o muscular;

d) Reduza a ingestão de gorduras;

e) Faça uma avaliação medica e fisica, através dela é possível saber quanto exatamente de gordura é necessário eliminar.

f) O exercício físico é maior e melhor estímulo para a "queima" de gordura pois aumenta a taxa metabólica em repouso. Isto significa que quando você se exercita seu organismo queima calorias por algumas horas mesmo estando em repouso, tendo como substrato energético a gordura; Conheça agora algumas modalidades que são ótimas para ajudar você na sua definição muscular:

1) Spinning: aula realizada em cima de uma bicicleta especial nas academias. É como se estivesse participando de uma corrida ao ar livre. Deve ser praticada pelo menos duas vezes na semana onde a prática regular da modalidade oferece resultados após quatro semanas. Em média tem uma queima calórica entre 500 e 700 calorias por hora/aula, sendo basicamente um trabalho aeróbico que ajuda na eliminação de gorduras, fortalecimento dos membros inferiores principalmente e melhora da capacidade cardiorrespiratória.

2) Corrida: pode ser praticada tanto ao ar livre como em lugares fechados utilizando assim uma esteira elétrica, é um dos carros chefes em se tratando de queima de calorias. Pode ser realizada em diferentes ritmos e terrenos. Os terrenos irregulares, subidas ou areia fofa exigem muito mais da pessoa que a pratica. Queima em média entre 700 a 800 calorias em uma hora da atividade.

3) Natação: é um dos esportes mais completos, pois mobiliza muitos grupos musculares, essa atividade física que pode ser praticada em caráter competitivo ou não sendo um esporte completo pois trabalha o corpo todo. Há quatro estilos para se praticar: nado crawl, peito, costas e borboleta variando a queima calórica de acordo com estilo que se pratica devido ao esforço físico necessário em cada um deles. Em média uma aula com duração de uma hora tem um gasto calórico de 500 calorias.

4) Step: aula onde se utiliza um banquinho com 15 cm de altura para alunos iniciantes. Associa movimentos de sobe e desce juntamente com movimentos de braços, num ritmo estimulado por músicas, sendo uma excelente atividade cardiovascular, fortalecendo os músculos das pernas e dos braços, desenvolve a noção espacial, a coordenação motora, o reflexo e principalmente emagrece. Pode gastar de 300 a 500 calorias dependendo da duração da aula. 5) Jump: aula divertida e relaxante que tem como um dos objetivos principais, além de queimar muitas calorias, a eliminação da celulite. Ela é praticada em cima de um mini trampolim elástico individual, onde não há impacto. Os saltos constantes fortalecem o tecido ósseo combatendo a osteoporose e também ocorre o fortalecimento dos músculos das pernas. Em uma aula com cerca de 45 minutos de duração há uma queima de aproximadamente 500 calorias. Independentemente da modalidade que escolher, procure sempre academias com profissionais capacitados para que possa receber a orientação correta, somente assim poderá praticar seus exercícios físicos com qualidade e segurança.

Como utilizar a atividade física e uma boa alimentação a seu favor para perda de peso

Os benefícios do exercício no combate à obesidade vão muito além do aumento do gasto calórico. A atividade física regular contribui com a redução da massa corporal adiposa, melhora o perfil lipídico (de gorduras) no sangue, ajuda no controle da glicemia e na redução do estado inflamatório do organismo.

Open chat
Powered by